O estudo do cerrado no Centro IlAli

icon user Conexão ILALI
icon calendar 15/06/2022
O estudo do cerrado no Centro IlAli

Na manhã do dia 14 de junho de 2022, o Centro ilAli recebeu a visita dos alunos do 2° ano do ensino fundamental I do Colégio Santo Agostinho Contagem. O objetivo era realizar o trabalho de campo do projeto Caminhando pelo cerrado brasileiro: natureza e comunidades tradicionais. 

A programação, pensada com muito carinho, permitiu que as crianças fizessem o reconhecimento do espaço e vivenciassem experiências de contato com a natureza a partir dos sentidos. No jardim de plantas aromáticas e medicinais, foi a vez de experimentar cheiros e sabores: hortelã, melissa, alho de folha, peixinho da horta, guaco e tantas outras.   

Ao longo do percurso, visitaram a composteira, assunto que já haviam aprendido em sala de aula quando estudaram os processos de compostagem e a decomposição dos alimentos e da matéria orgânica. 

Na horta, colocaram a mão na terra, plantando juntas mudas de hortaliças. Algumas crianças provaram até o gostinho das folhas de alface ali, recém-colhidas. A beterraba, que já estava no ponto de colheita, também foi tirada da terra pelos alunos, que viram a diferença de tamanho das folhas de uma muda recém-plantada, e da planta já madura. Beterraba em punhos, foi a vez de complementarem em campo o aprendizado sobre as partes que compõem as plantas. 

Na sequência, foi a vez de conhecerem as mudas do cerrado e da mata atlântica na estufa, onde fizeram o plantio de sementes nativas como chichá, tamboril, baru, tingui e ipê roxo. Mais uma vez, a experiência abriu espaço para a conexão com o currículo das aulas. Em meio às mudas, aprenderam sobre as árvores do cerrado como os ipês, paineiras, copaíba, cedro, aroeira e sangra d’água. 

Toalhas coloridas foram estendidas no chão para o lanche, compartilhado por todos num gostoso piquenique. Logo após, a turma se reuniu na varanda para cantar e dançar ao som do teclado da professora Sol, que conduziu a atividade com muita alegria. A cantoria veio seguida da dança, embalando o grupo pelas músicas populares infantis.  Para fechar a manhã, foi a hora de brincar de bola, bambolê e de aproveitar o gramado, próximo aos bambuzais, para correr ao ar livre.  

    Exibindo 0 avaliações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por enviar seu comentário!